noticias283 Deputado 'Terror do MST'diz que não vai aceitar que movimento participe do Plano Safra

Política

Deputado "Terror do MST"diz que não vai aceitar que movimento participe do Plano Safra

Deputado "Terror do MST"diz que não vai aceitar que movimento participe do Plano Safra

Publicada em 04/06/2024 às 17:10h - 38 visualizações

por ASSESSORA ISABELA


Compartilhe
Compartilhar a not�cia Deputado   Compartilhar a not�cia Deputado   Compartilhar a not�cia Deputado

Link da Notícia:

Deputado
ASSESSORA  (Foto: ASSESSORA ISABELA)

O deputado federal, mais conhecido como "O terror do MST", Rodolfo Nogueira (PL-MS) declarou que não vai aceitar que o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra participe do direcionamento de R$ 70 bilhões em recursos do Plano Safra que serão destinados a pequenos produtores. 

 

Como uma das iniciativas de barrar a ação promovida por Lula, o parlamentar apresentou requerimento na Câmara dos Deputados para que o ministro do Desenvolvimento Agrário Luiz Paulo Teixeira apresente informações pontuais sobre qual será a atuação pretendida do MST e colaboração do movimento na distribuição dos recursos do Plano Safra 2024/25. O parlamentar adiantou que a Comissão de Agricultura (CAPADR) estuda uma convocação dos ministros da Agricultura e do Desenvolvimento Carlos Fávaro e Teixeira para que ambos possam comparecer à comissão para tirar dúvidas dos deputados. 

 

"Em um país no qual o presidente convida João Pedro Stédile, o mentor intelectual da balbúrdia para o acompanhar em viagem internacional, já era de se esperar que esse movimento terrorista, que vem cada vez mais ganhando amparo do governo, seja mencionado para compor o Plano Safra, um desrespeito total ao agronegócio", afirmou Nogueira.

 

Lula caminha na contramão das recentes votações no Congresso Nacional que tentam limitar a influência do MST no governo federal, o governo Lula nomeou os sem-terra para integrar um grupo de entidades convocadas para elaborar o Plano Safra da Agricultura Familiar (Pronaf) 2024/2025, que deverá disponibilizar mais de R$70 bilhões para pequenos agricultores.

 

A iniciativa de Lula, de incluir o MST no grupo dos elaboradores do Pronaf, ocorre no momento em que parlamentares avançam nos limites impostos aos sem-terra. Uma das derrotas aconteceu na última terça-feira, 28, em que o Congresso derrubou um veto de Lula sobre o grupo e retomou a proibição de a União realizar despesas que direta ou indiretamente promovam, incentivem ou financiem invasão ou ocupação de propriedades rurais ou privadas.

FONTE: ASSESSORA ISABELA




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário

Captcha
Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso site girodenoticia.com Nosso Whatsapp (67)99638-8269
Copyright (c) 2024 - girodenoticia.com - Wagner Mota Jornalista Responsável DRT 2073/MS (67) 9 9638-8269